Connecting...

Como aproveitar a experiência de profissionais idosos?

W1siziisijiwmtgvmtevmtmvmjevmtuvntivntiyl2lkb3nvcy5qcgcixsxbinailcj0ahvtyiisijywmhgzmtmjil1d

Estamos presenciando um aumento considerável da população idosa no Brasil. Hoje os idosos são 13% da população. Até 2050, segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, este número deve triplicar. O brasileiro cada vez vive mais, devido aos avanços da medicina e dos recursos que promovem a qualidade de vida. Contudo, tem trabalhado mais, pois é um integrante economicamente ativo nos núcleos familiares. Mesmo se aposentando, o profissional idoso não deixa de trabalhar. Cada vez mais as empresas têm contratado ou mantido seus profissionais idosos, reconhecendo que este perfil tem muito a oferecer para o processo produtivo.

O profissional idoso economicamente ativo

Nota-se que as pessoas em geral ainda acreditam que o idoso se reflete em gastos públicos, o que não é verdade. Se ele recebe aposentadoria, é porque contribuiu durante a vida toda com seu trabalho. Se possui gastos quanto à sua saúde, é porque esta fase da sua vida tem suas próprias exigências. E no mais, grande parte dos idosos continuam economicamente ativos.

As empresas cada vez mais investem em manter aqueles que há tempos estão se dedicando a elas ou na contratação de novos funcionários com mais idade. Muitas funções requerem um colaborador mais experiente, e é preciso investir neste perfil.

Veja :Como saber que a sua carreira profissional chegou ao fim (e como se preparar para aposentadoria) lendo esta matéria especial.

Vantagens do profissional idoso

o que significa para as empresas contratar um profissional idoso? Quais as suas vantagens e desafios? Uma coisa é evidente: um profissional na terceira idade tem muito a oferecer. Em geral, se caracterizam por serem um tipo de mão de obra qualificada, com muita experiência e maturidade. Não possuem o imediatismo das gerações mais jovens e, em geral, possuem um senso de fidelidade e permanência para com a empresa que os contratam. O profissional idoso pode compreender melhor o todo, o processo integrado, e possui muitas vezes conhecimentos sobre outras funções importantes no processo.

O profissional idoso tem se mostrado mais gregário e responsável. Pode ter a capacidade de ensinar as gerações mais jovens, e por isso mesmo, pode se tornar um profissional estratégico. É um erro comum as empresas utilizarem o profissional idoso para tarefas simplistas, apenas como força de trabalho – pode-se aproveitar a sua experiência, expertise e o seu perfil diferenciado para impulsionar a produtividade e os resultados de formas mais pontuais.

O profissional idoso tem a tendência de ser mais colaborativo, pontual e compreende melhor os cenários. São mais tolerantes e lidam melhor com as diferenças – o fato de ter profissionais de diferentes gerações e priorizar a contratação de colaboradores com mais de 60 anos já é um investimento que a empresa pode fazer quanto à diversidade.

Veja também como o RH pode motivar os profissionais seniores lendo este artigo.

Como captar os profissionais idosos

Muitas vezes as empresas precisam ir ao mercado para buscar este tipo de profissional. Para isso, uma dica interessante é elaborar programas de inclusão social e boas práticas para estabelecer um processo mais enriquecedor em um ambiente com diferentes gerações.

Uma geração não é melhor que a outra, mas cabe à empresa, neste contraponto, descobrir quais peculiaridades devem ser exploradas em determinados contextos, entre os profissionais de faixas etárias diferentes. Desta forma, não basta apenas fazer a contratação de profissionais de diferentes gerações sem uma estratégia de como aproveitar o que cada perfil tem de melhor a oferecer.

Tags:


Similar blogs